Bento Gonçalves – Dia 1

Para comemorar o aniversário da vovó no mês de Abril elegemos Bento Gonçalves para uma minitrip de final de semana.

Demoramos pouco mais de duas horas para percorrer os 122 quilômetros que separam a capital gaúcha da cidade do vinho em uma viagem agradável e tranquila.

1) Sapore & Piacere

Como chegamos próximo ao horário do almoço nossa primeira parada foi no restaurante Sapore & Piacere, que fica bem próximo à estação da Maria Fumaça.

No cardápio uma mesa de antepastos e um prato principal que era uma deliciosa lasanha com pera e gorgonzola e nozes (valor de 45,00 por pessoa). E para os pequenos era oferecido strogonoff com arroz e batatinha palha (valor de R$ 28,00).

O restaurante é um amor, decoração bonita, atendimento gentil, comida deliciosa, o tipo de local que dá vontade de voltar.

2) Maria Fumaça

IMG_0075

Há muito tempo atrás quando visitei Bento Gonçalves pela primeira vez, tentamos comprar um ingresso para o passeio na hora e tivemos a decepção de descobrir que isto não era possível. Sendo assim, desta vez, reservamos antecipadamente os ingressos para este passeio com a Giordani Turismo.

Uma descoberta bastante agradável foi saber que gaúchos possuem desconto, então ao entrar em contato vale muito a pena avisar isso (é solicitado um comprovante de residência, então não é só dizer que mora nos Pampas).

Também descobrimos que agora é possível comprar na hora, mas o valor é bem mais salgado.

Pelo horário, acabamos escolhendo o passeio das 15hs, aonde se pega um ônibus na estação da Maria Fumaça e se vai até Carlos Barbosa. O trajeto é relativamente rápido. Na estação de Carlos Barbosa a despedida de quem veio de trem de Bento Gonçalves e as boas vindas para quem está chegando de ônibus com trilha sonora italiana.

O apito avisa que ela está chegando, hora de procurar o vagão, para cada banco duas pequenas aguardam os visitantes. A Maria Fumaça se põe em movimento, aos passageiros é avisado que caso ela pare os homens devem descer para empurrar. Rapidamente ela chega a Garibaldi, na estação espumante e suco de uva esperam com mais música italiana. É dado um tempo para degustação e fotos junto à locomotiva.

Quando ela volta a andar, começam as apresentações, primeiro um gaiteiro chama para as palmas, depois um grupo completo para cantar música italiana e chamar os passageiros para dançarem. Após uma pequena representação teatral em que elas estão buscando o amor (#ficadica para os solteiros de plantão), e para finalizar entrar a gauchada com suas músicas típicas. No intervalo entre uma e outra são oferecidos souvenires.

Ao chegar a Bento Gonçalves mais vinho e suco aguardando os visitantes para fechar esta parte do passeio. Achamos bastante divertido e bem agradável de fazer com criança. O dia estava bom, nem muito quente, nem muito frio, tornando a degustação prazerosa.

3) Epopeia Italiana

O ingresso para a Maria Fumaça dava direito a visitar o parque temático Epopeia Italiana. Logo na entrada roupas típicas de diferentes nacionalidades estavam expostas, homenageando as diferentes etnias.

Logo somos convidados a conhecer a história de Lázaro e Rosa, moradores da cidade de Pedersano que vem para o Brasil em busca de oportunidade. Da saída da cidade natal, passando pela viagem de navio até a chegada em terras brasileiras, onde se confrontaram com uma realidade completamente diferente, a apresentação conta de forma simples e delicada a trajetória real deste casal.

Algumas pessoas mais velhas, descendentes de italianos, se emocionavam ao se depararem com detalhes que recordavam o seu lar da infância ou casa da nona.

No final mais vinho, suco de uva e biscoitos são servidos.

4) Hospedagem

Optamos pelo Dall’Onder Vittoria e a nossa opinião geral é de um hotel meio estranho. Reservei dois quartos, chegamos meia-hora antes do check-in e eles anteciparam um dos quartos que estava liberado. Mas um quarto ficava no 4º andar e o outro no 7º, sendo assim a folia da pequena de pular de um quarto para o outro era impossível.

Em relação à estrutura, está Ok para um 3 estrelas, cama confortável, o banheiro precisava de uma reforma. A tv apresentava canais sem som, mas como queríamos o quarto basicamente para dormir, não fez diferença.

Não notamos diferencial no atendimento, nenhum mimo oferecido, recepção séria, o estacionamento é pago a parte, uma surpresa foi ter manobrista para o estacionamento (no site do hotéis.com era dito que não havia).

Ficou a dúvida se tivemos azar, mas na noite em que nos hospedamos, havia um entra e sai de pessoas, algumas parecendo não serem hóspedes do local. No nosso andar, apesar de não ter sauna, haviam pessoas andando só de toalhas em direção aos elevadores. Soubemos que havia um evento na cidade, mas a movimentação desordenada dava uma sensação de insegurança e desorganização.

Curiosamente na parte da manhã havia uma calmaria, famílias tomando café, como se fosse outro local. Aqui vale um elogio, o café do hotel é muito bom, variedade de frutas, sucos, e aquelas coisinhas que você engorda só de olhar.

O check-out foi correto, sem surpresas. E o bom nesta brincadeira é que ganhamos um desconto por ter direito a uma diária grátis no hotéis.com.

5) Pizza Entre Vinhos

Para fechar o dia optamos por uma pizzaria que fica no Vale dos Vinhedos e se chama Pizza Entre Vinhos.

Pensem em uma pizza deliciosa, agora multipliquem por 10 e imagem um ambiente muito legal. Este é o lugar.

Como diz o nome, as mesas ficam entre os vinhos, os clientes podem circular e escolher qual desejam tomar, os preços estão junto aos rótulos para não haver surpresas. Para quem não bebe muito, existe a possibilidade de tomar uma taça.

No sábado à noite o atendimento é por ordem de chegada, mas a nossa espera foi rápida. Pedimos uma pizza grande com picanha, camarão e Rota dos Espumantes que é figo com presunto Parma (simplesmente maravilhosa). Já fiz uma anotação de quando voltar só pegar sabores diferentes.

De sobremesa pegamos uma doce pequena, mas não foi qualquer pizza doce, era a pizza dos deuses com doce de leite, chocolate branco, uva e sorvete. Só de lembrar dá vontade de comer de novo. Alice pediu um brigadeiro de colher, que também estava delicioso.

O valor é justo, o tipo de lugar em que o custo x benefício vale muito a pena, pois todos os sentidos saem felizes.

Aqui finalizamos o nosso sábado, hora de descansar que no domingo havia um super passeio programado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s